Lei Maria da Penha é mais efetiva com rede de serviços integrados

790
0
Compartilhar:
image_pdfPDF

(Agência Universitária de Notícias, 24/04/2015) Na dissertação de mestrado “Violência contra a mulher: uma análise do caso brasileiro”, a pesquisadora Bruna Pugialli da Silva Borges analisou e comparou 498 municípios, divididos entre os que contam com juizados ou varas especializadas e os que não possuem esses serviços, para averiguar se o número de casos de violência contra a mulher foi reduzido. Além disso, Borges levantou a seguinte hipótese: será que nos municípios onde há uma rede de serviços integrados – como Centros Especializados de Atendimento, Casas abrigo e ONGs de Direito das Mulheres – essa redução se potencializa?

Leia mais: Objetificação da mulher ainda é constante (Jornal do Campus, 24/04/2015)

Acesse a íntegra no Portal Compromisso e Atitude: Lei Maria da Penha é mais efetiva com rede de serviços integrados (Agência Universitária de Notícias, 24/04/2015)

Compartilhar: