Combate à LGBTfobia e a construção de direitos no Brasil, por Luanda Pires

107
0
Compartilhar:
image_pdfPDF

(Poder 360| 17/05/2022 | Por Luanda Pires)

O reconhecimento dos impactos que surgem da não conformidade das pessoas LGBTQIAP+, com as normas de gênero e sexualidade imposta pela cultura cis-heteropatriarcal e eurocêntrica deságua na necessidade de luta por direitos humanos direcionados à esta população.

Todavia, a ONU (Organização das Nações Unidas), bem como outras organizações internacionais, tem trazido esta “agenda” para o centro debate. Tudo, em razão dos altos índices de violência e exclusão impostos à essas pessoas.

Ainda hoje, existem países, como o Qatar, que excluem pessoas da comunidade dos espaços sociais. Pessoas LGBTQIAP+ estão sendo impedidas de fazerem reserva nos hotéis locais para assistirem a Copa do Mundo de Futebol de 2022, uma vez que a homossexualidade é ilegal na região.

Acesse a matéria completa no site de origem.

 

Compartilhar: