Duas trans concorrem ao Congresso americano e podem fazer história

Compartilhar:
image_pdfPDF

(G1, 29/06/2016) Misty Snow, de 30 anos, concorre ao Senado pelo estado de Utah. Misty Plowright, de 33, disputa vaga na Câmara representando Colorado.

Duas mulheres transgênero foram selecionadas nas prévias eleitorais nos estados de Utah e do Colorado para disputar uma cadeira no Congresso americano, em 8 de novembro próximo.

Misty Snow, candidata democrata ao Senado, posa para foto em Salt Lake City, na terça (28) (Foto: AP Photo/Rick Bowmer)

Misty Snow, candidata democrata ao Senado, posa para foto em Salt Lake City, na terça (28) (Foto: AP Photo/Rick Bowmer)

Se forem eleitas, as democratas Misty Snow, de 30 anos, e Misty Plowright, de 33, farão história.

Funcionária de um supermercado, Snow concorre ao Senado, enquanto Plowright, uma veterana do Exército e ex-funcionária da Microsoft, disputará a Câmara dos Representantes.

Misty Snow é a primeira candidata trans de um grande partido a concorrer ao Senado. Em caso de vitória, também será a senadora mais jovem da Câmara alta.

A democrata Misty Plowright disputa vaga na Câmara de Representantes pelo Colorado (Foto: Divulgação/Misty Plowright)

A democrata Misty Plowright disputa vaga na Câmara de Representantes pelo Colorado (Foto: Divulgação/Misty Plowright)

“Embora eu não esteja concorrendo por ser uma mulher trans, minhas experiências como uma mulher trans me deram a empatia para entender as lutas dos grupos que sentem que o sonho americano está fora de alcance”, disse ela, em um comunicado.

“Estou concorrendo para dar voz aos sem voz”, completou.

As duas candidatas, que venceram suas respectivas primárias na terça (28), terão uma dura batalha pela frente, já que seus oponentes lideram as pesquisas.

Plowright não é a primeira trans a disputar a Câmara. Em 2000, a republicana Karen Kerin disputou uma vaga como representante por Vermont, mas perdeu – de forma esmagadora – para o agora candidato à Casa Branca e senador por esse mesmo estado, Bernie Sanders.

Acesse no site de origem: Duas trans concorrem ao Congresso americano e podem fazer história (G1, 29/06/2016)

Compartilhar: