Lesbocídio – As histórias que ninguém conta

Compartilhar:
image_pdfPDF

Pesquisa em andamento pelo projeto Nós: dissidências feministas e conta com a colaboração do projeto Núcleo de Inclusão Social – NIS, da UFRJ.

(Lesbocídio, 08/03/2018 – acesse no site de origem)

O projeto resgata informações e histórias de lésbicas assassinadas no Brasil. O objetivo central é compreender a motivação desses crimes a partir da análise material da posição na qual a lésbica se encontra na sociedade ocidental contemporânea, da motivação lesbofobica dos crimes e do ódio às lésbicas. Parte-se do princípio que a ordem social da sexualidade é heterossexual e tudo o que se desvia dela é tido como uma afronta ao padrão social instituído.

A lésbica, por sua vez, além de ser desviante, ainda sofre com a misoginia institucionalizada por fazer parte da classe mulher. Um exemplo disso é o nítido apagamento que as mídias reproduzem ao não identificar a violência contra lésbicas como lesbofobia, mas chamá-la de homofobia – erroneamente, uma vez que são violências distintas.

A precariedade de informações dos casos acaba prejudicando a coleta de dados, nem todas as reportagens possuem informações específicas sobre a vida dessas lésbicas suficientes para um mapeamento completo da violência.

Essas são as histórias que ninguém conta, quem ninguém ouve, que ninguém fala sobre.

Compartilhar: