São Paulo inaugura base móvel para atender vítimas de homofobia

854
0
Compartilhar:
image_pdfPDF

(Folha de S. Paulo, 29/06/2015) O prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT), vai inaugurar nesta segunda-feira (29) uma base móvel para atender vítimas de crimes de homofobia. A unidade, que poderá realizar até três atendimentos ao mesmo tempo, também servirá para divulgar programas municipais voltados ao público LGBT.

Segundo a prefeitura, a van ficará no largo do Arouche (centro) de quinta a domingo, das 18h às 23h, mas poderá circular por outros pontos da região central.

Leia mais:
Programa LGBT registra avanço de homofobia em São Paulo (Terra, 29/06/2015)

Ativista denuncia inconstitucionalidade do Estatuto da Família (Vermelho, 26/06/2015)

A escolha do local, segundo a prefeitura, foi definida devido ao grande público que frequenta os bares e boates LGBT da região. “Por essa característica, o local tem se tornado um ponto de turismo LGBT, inclusive sendo citado em guias especializados e recebendo, anualmente, turistas de diversas partes do Brasil e do mundo”, diz o informe do município.

A apresentação da unidade móvel LGBT será às 11h desta segunda, em frente à prefeitura, no viaduto do Chá.

A administração municipal prevê até 2016 a instalação de outras quatro unidades móveis, cada uma vinculada a outros Centros de Cidadania LGBT regionais que devem ser inaugurados. O investimento anual no veículo é de R$ 261 mil.

Acesse o PDF: São Paulo inaugura base móvel para atender vítimas de homofobia (Folha de S. Paulo, 29/06/2015)

Compartilhar: