Vídeo: transexual “crucificada” em Parada Gay relata agressões a facadas

827
0
Compartilhar:
image_pdfPDF

(Correio Braziliense, 09/08/2015) Em vídeo ela detalha o ataque: “Estava com uma faca, falou que eu não sou de Deus, que eu sou um demônio e que eu deveria pagar pelo que eu fiz”

“Crucificada” em performance na última Parada do Orgulho LGBT de São Paulo, a atriz transexual Viviany Beleboni publicou na internet um vídeo em que relata ter sido vítima de agressões, na última sexta-feira (7/8). De acordo com ela, uma pessoa armada com uma faca desferiu golpes no rosto e no braço da jovem. Viviany mostra as marcas da violência nas imagens.

Leia mais: Transexual ‘crucificada’ na Parada Gay denuncia agressão em SP (O Estado de S. Paulo, 09/08/2015)

Assista abaixo ao vídeo do depoimento:

Ela relata o ataque: “Estava passando em uma rua próximo à minha casa, uma pessoa me reconheceu, estava com uma faca, falou que eu não sou de Deus, que eu sou um demônio e que eu deveria pagar pelo que eu fiz”. A performance de Viviany durante o evento LGBT gerou reação de religiosos contrários à representação da figura de Cristo naquele contexto.

“Sorte que tenho 1,80m e sou homem o suficiente”, diz. A atriz nega a possibilidade de registrar boletim de ocorrência (“Para quê? para rirem da minha cara?”) e conta que vai ficar reclusa (“Eu vou ter que ficar trancada dentro da minha casa, porque é isso que esses religiosos querem”).

Acesse no site de origem: Vídeo: transexual “crucificada” em Parada Gay relata agressões a facadas (Correio Braziliense, 09/08/2015)

Compartilhar: