Lola, a feminista mais ameaçada do Brasil: “atacam até minha mãe de 85”, por Nina Lemos

Compartilhar:
image_pdfPDF

(Universa | 20/01/2021 | Por Nina Lemos)

No início do mês, a professora e blogueira feminista Lola Aronovich dividiu com seus mais de 150 mil seguidores no Twitter que sua mãe de 85 anos, que mora com ela em Fortaleza (CE), havia sofrido uma queda. Muitos seguidores e amigos se solidarizaram e ofereceram ajuda. Mas, no mesmo dia, ela recebeu a seguinte mensagem: “eu e mais três camaradas estamos em Fortaleza. Iremos passar em cada hospital da cidade procurando sua mãe. Quando a acharmos, iremos passar a faca no pescoço dela. Sua mãe irá se arrepender de ter parido o demônio”.

Esse tipo de ameaça, apesar de nos chocar profundamente, não é exatamente novidade na vida de Lola, a feminista mais ameaçada no Brasil. Ela recebe ameaças de morte desde 2008, quando criou o blog “Escreva, Lola, Escreva”.

Acesse a matéria completa no site de origem.

 

Compartilhar: