Mais de 50 mil mulheres pediram medidas protetivas para escapar da violência doméstica em 2020

Compartilhar:
image_pdfPDF

(Jorna Nacional | 13/03/2021 | Por Redação)

Em 2020, o número de vítimas que conseguiram na Justiça de São Paulo a proteção cresceu 12%, em relação ao ano anterior, quando não havia pandemia. O aumento foi ainda mais significativo na comparação com 2018: mais de 52 mil mulheres receberam medidas protetivas no estado, só no ano passado.

A diretora do Fórum Brasileiro de Segurança afirma que o agravamento da violência também está relacionado com a maior convivência entre vítimas e agressores durante a pandemia.

Acesse a matéria completa no site de origem.

Compartilhar: