MPT pede ratificação da Convenção 190 da OIT para combater o assédio e a violência no trabalho

Compartilhar:
image_pdfPDF

Para marcar o Dia Internacional dos Direitos Humanos, a instituição lança, nesta quinta, 10 de dezembro, um manifesto pela paz no trabalho

(Ministério Público do Trabalho | 10/12/2020)

Para marcar o Dia Internacional dos Direitos Humanos, o Ministério Público do Trabalho (MPT) publicou nesta quinta-feira, 10 de dezembro, um manifesto pela paz no trabalho. O documento pede a ratificação da Convenção 190 e da Recomendação 206 da Organização Internacional do Trabalho, que traçam diretrizes para o enfrentamento da violência e do assédio no ambiente de trabalho.

Assinada pela Coordenadoria Nacional de Promoção da Igualdade e Eliminação da Discriminação no Trabalho (Coordigualdade), do MPT, a nota reforça que a violência e o assédio são práticas inaceitáveis e que podem causar danos físicos, psicológicos, sexuais ou econômicos.

Acesse a matéria completa no site de origem.

Compartilhar: