Mulheres que pediram ajuda contra violência no México dobram na pandemia

Compartilhar:
image_pdfPDF
País segue tendência já verificada no restante da América Latina, de aumento da vulnerabilidade também de crianças
O número de mulheres e crianças que procuram ajuda em abrigos para vítimas de violência aumentou mais de 80% no México durante a pandemia do novo coronavírus, segundo a maior rede de abrigos para vítimas de violência no país.A Rede Nacional de Abrigos, que inclui cerca de 69 refúgios no México, também afirmou que o número de telefonemas e textos recebidos sobre violência familiar ou de gênero aumentou 55% entre março e junho em comparação com um ano atrás.”As mulheres no México estão enfrentando duas pandemias: a Covid-19 e a violência familiar”, afirmou o grupo em comunicado.

Acesse a matéria completa no site de origem.

Compartilhar: