Mulheres são vítimas de tortura sistêmica nos presídios, diz defensor público

475
0
Compartilhar:
image_pdfPDF

(Agência Brasil, 09/12/2015) O coordenador de Direitos Humanos da Defensoria Pública do Estado do Rio de Janeiro, Fábio Amado, disse hoje (9) que as mulheres são vítimas de tortura “sistêmica e generalizada” nos presídios do país. A afirmação foi feita durante seminário “Os desafios para o enfrentamento à tortura”, realizado no auditório da Defensoria Pública, na região central do Rio. Amado ressaltou a importância de integrar e fortalecer o diálogo entre os diversos órgãos, instituições e mecanismos que atuam na erradicação dessa prática. Para o coordenador, existe um viés sexista que afeta diretamente as mulheres.

Acesse a íntegra no Portal Compromisso e Atitude: Mulheres são vítimas de tortura sistêmica nos presídios, diz defensor público (Agência Brasil, 09/12/2015)

Compartilhar: