23/11/2010 – Acusado de abusos, ex-médico Roger Abdelmassih é condenado a 278 anos de prisão (Folha.com)

619
0
Compartilhar:
image_pdfPDF

(Folha.com) Acusado de abuso de pacientes de sua clínica de reprodução, o ex-médico Roger Abdelmassih foi condenado a 278 anos de prisão. A defesa pretende recorrer da decisão.

Um dos mais famosos especialistas em reprodução assistida do país, Abdelmassih foi acusado de abusar sexualmente de 39 mulheres durante consultas. Como foi denunciado por algumas das vítimas por mais de um crime, o ex-médico respondia a 56 acusações, tendo sido absolvido de oito delas. Para cada um dos delitos consumados, a pena fixada pela juíza foi a mínima, de seis anos de reclusão. Para cinco tentativas de estupro, a pena foi de dois anos cada.

Em agosto de 2009, o Cremesp (Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo) abriu 51 processos éticos  contra o médico e cassou seu registro.

A liminar concedida pelo Supremo Tribunal Federal no ano passado permitiu que Abdelmassih ficasse em liberdade e que possa recorrer da sentença também em liberdade.

O Ministério Público vai agora recorrer para elevar a pena. Os promotores querem evitar que Abdelmassih, hoje com 66 anos, seja beneficiado pela regra que reduz pela metade o tempo de prescrição dos crimes de acusados com mais de 70 anos. Embora a condenação tenha sido de 278 anos de prisão, pela lei brasileira o tempo máximo de detenção é de 30 anos.

Ao analisar as provas, a juíza Kenarik Boujikian Felippe afirma que “as declarações prestadas pelas vítimas são fidedignas e não possuem qualquer vício que possam maculá-las”. Então, conclui: “São relatos que formam um conjunto estarrecedor sobre a conduta do acusado. Uma avalanche de fatos absolutamente repulsivos e, não por outro motivo, as vítimas descreveram as sensações que possuem em relação aos mesmos como dor, raiva, asco, nojo, humilhação, medo.”

Acesse:
Justiça condena Abdelmassih a 278 anos de prisão (O Estado de S. Paulo – 24/11/2010)
Acusado de abusos, médico Roger Abdelmassih é condenado a 278 anos de prisão (Folha.com – 23/11/2010)
Conselho de Medicina cassa registro de Abdelmassih (Estadão.com – 29/07/2010)

 

Compartilhar: