Justiça de São Paulo realiza audiência de instrução entre Luiza Brunet e ex-marido acusado de agressão

833
0
Compartilhar:
image_pdfPDF

Lírio Parisotto é acusado de 2 lesões corporais contra a atriz: em 2015 e 2016. Juíza da Violência Doméstica quer ouvir réu e vítima em Fórum de São Paulo.

(G1, 29/11/2016 – acesse no site de origem)

A Justiça de São Paulo começa a julgar nesta terça-feira (29) o empresário Lírio Parisotto, de 62 anos, pela acusação de agredir sua ex-mulher, a atriz, modelo e empresária Luiza Brunet, de 54 anos, em maio deste ano, nos Estados Unidos, e em dezembro de 2015, no Brasil.

A juíza Elaine Cristina Monteiro Cavalcante, da Vara do Foro Central da Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher marcou a audiência de instrução, debates e julgamento do caso para as 13h, no Fórum Criminal da Barra Funda, Zona Oeste da capital paulista. Parisotto teve negado pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ) um pedido de habeas corpus para cancelar a audiência.

A magistrada quer ouvir o depoimento de Luiza e interrogar Parisotto. Também serão ouvidas as testemunhas de acusação (uma amiga da atriz) e de defesa (cerca de cinco pessoas ligadas ao empresário).

A juíza poderá dar a sentença após o julgamento ou ainda decidir dias depois se condena ou absolve o réu.

Parisotto é acusado pelo Ministério Público Estadual (MPE) de ter cometido dois crimes contra Luiza: de lesão corporal grave e leve. O empresário pode ser condenado e receber uma pena de 1 ano e meio até oito anos de prisão, já que ele está sendo responsabilizado nos termos da Lei Maria da Penha, que endurece a pena.

Kleber Tomaz

Compartilhar: