Prostituição nas Olimpíadas 2016: balanço preliminar

492
0
Compartilhar:
image_pdfPDF

Depois da Copa do Mundo 2014, o Rio de Janeiro sediou outro megaevento esportivo: as Olimpíadas e Paraolimpíadas de 2016. O Observatório da Prostituição saiu a campo novamente, a exemplo do que fizera no torneio de 2014, quando acompanhou a movimentação do mercado do sexo na cidade (veja relatório aqui).

(Sexuality Policy Watch, 23/09/2016 – acesse no site de origem)

Os resultados preliminares sobre os Jogos Olímpicos apontam que não houve um aumento significativo no comércio sexual, exploração sexual, tráfico de pessoas ou no turismo sexual na cidade durante os Jogos. Um relatório mais detalhado será distribuído até o final de outubro.

Clique aqui para acessar o relatório preliminar.

Para maiores informações, entrem em contato com o Observatório da Prostituição: [email protected].

Compartilhar: