Negros são maioria entre empreendedores; Mulheres também ampliam participação

989
0
Compartilhar:
image_pdfPDF

(Portal Brasil, 14/04/2015) Aumento da renda e do nível de escolaridade estão entre os fatores que contribuíram para crescimento

As políticas de inclusão social adotadas pelo governo federal na última década têm papel fundamental no expressivo aumento da população afrodescendente e das mulheres no empreendedorismo brasileiro. Entre 2002 e 2012, houve um crescimento de 27% entre negros empreendedores, aponta estudo do Sebrae, feito com base nos dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad). Hoje, 50% dos donos de negócio são afrodescendentes, 49% são brancos e 1% pertence a outros grupos populacionais.

O Sebrae constatou que a renda e o nível de escolaridade são fatores chave nessa mudança. Entre 2002 e 2012, o tempo médio de estudo entre negros cresceu 38%, de 4,7 para 6,5 anos. Entre a população branca, o aumento foi de 21% (7,3 para 8,8 anos). Já a renda mensal subiu 45%, passando de R$ 786,00 para R$ 1.138,00, em média. Brancos passaram a ganhar 33% a mais (de R$ 1.843,00 para 2.460,00).

“Mais pessoas negras estão ascendendo à classe média e assumindo posições importantes no mercado de trabalho e no universo do consumo e do empreendedorismo”, declarou o presidente do Sebrae, Luiz Barreto, ao portal da entidade.

As mulheres aumentaram a participação entre os empreendedores brasileiros. O Anuário das Mulheres Empreendedoras e Trabalhadoras em Micro e Pequenas Empresas, editado pelo Sebrae, registra crescimento da mulher empreendedora nas cinco regiões do País, entre 2002 e 2012. De acordo com o estudo, o Norte lidera, com uma expansão de 78% do número de empreendedoras, seguido por Centro-Oeste (36%), Sul (21%), Nordeste (12%) e Sudeste (10%).

Empreendedoras também dão uma lição quando o assunto é inovar. O documento do Sebrae também aponta que 34% das mulheres que têm empresa trabalham em casa, número cinco vezes maior do que os de empreendedores do sexo masculino, na casa dos 6%.

Em dez anos, País registra aumento de 23% para 34,5% de brasileiros que possuem ou estão abrindo empresa

Acesse no site de origem: Negros são maioria entre empreendedores; Mulheres também ampliam participação (Portal Brasil, 14/04/2015)

Compartilhar: