Unicamp adotou cotas. Qual a abrangência da medida no ensino superior brasileiro

493
0
Compartilhar:
image_pdfPDF

Universidade aderiu a cotas raciais e sociais, tornando a USP a única estadual paulista a não reservar vagas fixas para cotistas

(Nexo, 01/06/2017 – leia na íntegra)

A Unicamp (Universidade Estadual de Campinas) aprovou na última terça (30) a adoção do sistema de cotas étnico-raciais e sociais para os cursos de graduação da universidade, a partir de 2019. A proposta da Reitoria foi aprovada pelo Consu (Conselho Universitário), órgão decisório máximo da instituição.

Compartilhar: