‘Temos o direto de viver sem violência e temos uma lei para isso’, diz Maria da Penha

797
0
Compartilhar:
image_pdfPDF

(Portal Brasil, 28/10/2015) A Lei Maria da Penha tem esse nome para homenagear uma mulher cearense que enfrentou duas tentativas de homicídio praticadas pelo seu ex-marido. Em uma das investidas, ela foi atingida por um tiro de espingarda e ficou paraplégica. Depois disso, foi alvo de mais uma agressão, quando o marido tentou eletrocutá-la durante o banho. Isso ocorreu em 1983, há mais de 30 anos. Nove anos após a aprovação da Lei Maria da Penha, o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) abordou a questão, ao escolher o tema “A persistência da violência contra a mulher na sociedade brasileira” para a redação. Em entrevista ao Portal Brasil, a ativista conta que considera a abordagem da violência contra a mulher como prova de uma grande visibilidade dada à questão. Ela conta, ainda, que vê a redação como uma ajuda para medir o quanto a juventude está atenta aos direitos das mulheres.

Acesse a íntegra no Portal Compromisso e Atitude: ‘Temos o direto de viver sem violência e temos uma lei para isso’, diz Maria da Penha (Portal Brasil, 28/10/2015)

Compartilhar: