Constrangimento, medo e coação: o que dizem mulheres que denunciaram violência doméstica na pandemia

Compartilhar:
image_pdfPDF

Esse tipo de violência se agravou, mas houve dificuldade para vítimas denunciarem crimes que dependiam principalmente da presença física nas delegacias

(O Globo | 09/03/2021 | Por Raphaela Ramos)

Desde o início da crise sanitária causada pelo coronavírus, há um ano, organismos internacionais, especialistas e organizações da sociedade civil vêm fazendo alertas sobre o impacto da Covid-19 sobre a violência doméstica. Isso porque a pandemia potencializa os fatores de risco desse tipo de violência, que atinge majoritariamente mulheres e crianças. Se por um lado, houve interrupção ou redução da oferta de serviços presenciais das redes de segurança pública e saúde, por outro lado, houve um aumento da convivência em casa, o que pode tornar mais frequentes episódios de agressões em um contexto de crise financeira.

Acesse a matéria completa no site de origem.

Compartilhar: