Assédio sexual na administração pública: 60% dos acusados não são punidos, por Isabel Del Monde

08 de julho, 2022 Por Universa/UOL

(Universa| 07/07/2022 | Por Isabel Del Monde)

O TCU (Tribunal de Contas da união) realizou um estudo inédito e inovador sobre assédio moral e sexual na administração pública federal. Entre as descobertas, um levantamento identificou que, “em 49 processos disciplinares para apurar assédio sexual, cerca de dois em cada cinco (38,78%) resultaram na aplicação de algum tipo de penalidade disciplinar”.

Ou seja, em 61,22% dos casos, não houve qualquer sanção ao denunciado. Além disso, o levantamento sobre assédio sexual identificou o que as mulheres já sabem no seu dia a dia: “em 100% dos casos analisados o assediador era do sexo masculino. Entre as vítimas de assédio sexual, houve predominância do sexo feminino (96,5%)”.

Acesse a matéria completa no site de origem.

Nossas Pesquisas de Opinião

Nossas Pesquisas de opinião

Ver todas
Veja mais pesquisas