Goiana ganha Centro de Reabilitação para crianças com microcefalia

26/07/2017 - 12:29 -
Print Friendly, PDF & Email
Email this to someoneShare on Facebook0Tweet about this on TwitterShare on Google+0

De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde, o novo Centro de Reabilitação em Goiana será referência para municípios da região

(JC Online, 26/07/2017 – acesse no site de origem)

O Hospital Estadual Belarmino Correia, localizado em Goiana, na Mata Norte, iniciou nesta quarta-feira (26) o atendimento de reabilitação às crianças com Síndrome Congênita do Zika/Microcefalia. No local, os meninos e meninas receberão a assistência de uma equipe multiprossional formada por sioterapeuta, terapeuta ocupacional, fonoaudiólogo, ortopedista, assistente social e psicólogo. De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde, o novo Centro de Reabilitação em Goiana será referência para os dez municípios que compõem a XII Gerência Regional de Saúde (Geres).

Ao todo, 16 crianças receberão o acompanhamento no hospital. “O lançamento desse novo serviço para as crianças com síndrome congênita do zika/microcefalia é mais uma medida do Governo de Pernambuco para descentralizar a assistência e oferecer esse acompanhamento mais próximo a casa dessas famílias, evitando que elas precisem se deslocar para o Recife. Aqui, faremos o mesmo atendimento de reabilitação que outros grandes centros”, destaca a diretora do Belarmino Correia, Adriana Lins.

Com esse serviço, sobe para 32 o número de centros estaduais espalhados por todo o Estado que já prestam algum tipo de atendimento relacionado à microcefalia. No início de agosto, o número subirá para 33 com a inclusão do Hospital Regional Sílvio Magalhães, em Palmares. Com o próximo lançamento, todas as 12 Regionais de Saúde (Geres) de Pernambuco terão, pelo menos, 1 serviço de referência para as crianças com a Síndrome Congênita do Zika.

Casos

Desde o início das noticações, em 2015, a Secretaria Estadual de Saúde computou 2.357 casos noticados de SCZ/microcefalia, sendo 420 conrmados.