A contribuição do serviço social para a garantia do direito ao aborto previsto em lei no Brasil, por Luciene Santos

100
0
Compartilhar:
image_pdfPDF

(Folhape | 03/10/2020 | Por Luciene Santos)

É fundamental que assistentes sociais se posicionem contra a ofensiva conservadora que meninas e mulheres vêm sofrendo na atual conjuntura brasileira, principalmente, no tocante à política de saúde da mulher, através de retrocessos nas legislações historicamente conquistadas e dos ataques misóginos e fundamentalistas que interferem frontalmente nos direitos sexuais e nos direitos reprodutivo. Assim, para a categoria profissional de assistentes sociais, majoritariamente feminina, o debate sobre a vida e os direitos das mulheres não pode ser pautado por fundamentos religiosos.

Acesse a matéria completa no site de origem.

Compartilhar: