Mercado de vinhos é machista para 79,5% de mulheres ouvidas em pesquisa

135
0
Compartilhar:
image_pdfPDF

Nos EUA, reportagem denunciou sexismo e assédio em entidade respeitada

(Folha de S.Paulo | 08/02/2021 | Por Josimar Melo)

Anos depois que o movimento #metoo nasceu nos Estados Unidos denunciando o assédio sexual no mundo do cinema, outro segmento profissional, o dos vinhos, viveu escândalo semelhante naquele país.

Uma espécie de #winetoo, atingindo mulheres que trabalham como sommelière (responsável pelo serviço da bebida, principalmente em restaurantes). Situação que, revela uma pesquisa do colunista carioca de vinhos Marcelo Copello, diretor da revista Baco, pode ser parecida no Brasil.

Acesse a matéria completa no site de origem.

Compartilhar: