‘Perdeu 5 latas de banha e continua gorda’: insultos que políticas aguentam

06 de setembro, 2022 Por Uol

(Luiza Souto/Uol) Defensora do presidente Jair Bolsonaro (PSL) até ele assumir o atual posto, em 2019, a deputada federal Joice Hasselmann (PSDB-SP) foi a mulher mais atacada no Twitter em 2020, enquanto disputava a prefeitura de São Paulo, segundo levantamento da Revista AzMina junto ao InternetLab. A maioria dos episódios de violência tinha conteúdo gordofóbico. “Mesmo tendo retirado cinco latas de banha, continua sendo uma gorda escrota”, dizia uma das mensagens, enviada à deputada depois que ela perdeu peso. Hasselmann ainda recebia, diariamente, imagens suas associadas a uma porca, com insultos relativos ao seu corpo, e foi vítima de fake news —como ter pagado um pedreiro por favores sexuais—, entre outros xingamentos misóginos. Na avaliação dela, o objetivo era desestabilizá-la.

 

Nossas Pesquisas de Opinião

Nossas Pesquisas de opinião

Ver todas
Veja mais pesquisas