ADIADO Lançamento: “Heroínas desta História – Mulheres em busca de justiça por familiares mortos pela ditadura – SP/SP, a confirmar

229
0
Compartilhar:
image_pdfPDF

Comunicado oficial do Instituto Vladimir Herzog – Adiamento do lançamento do livro “Heroínas desta História”

Em virtude da pandemia de coronavírus oficializada pela Organização Mundial de Saúde e seguindo a recomendação do Ministério da Saúde, o Instituto Vladimir Herzog tomou a decisão de adiar o lançamento do livro “Heroínas desta História – Mulheres em busca de justiça por familiares mortos pela ditadura” que estava marcado para a próxima terça, 17 de março, na Unibes Cultural, em São Paulo.

É com muita tristeza que comunicamos esta decisão, pois este lançamento representa muito para todos nós. Estávamos com uma imensa expectativa de celebrar a vida e a luta das mulheres retratadas na obra, exatamente no mês em que a visibilidade da luta das mulheres por direitos é promovida.

Entretanto, diante do cenário já instalado, optamos pela precaução e pela responsabilidade coletiva, a fim de proteger nossos convidados e colaborar com as recomendações das autoridades de saúde. Informaremos a nova data posteriormente.

Agradecemos a compreensão e pedimos que compartilhem este comunicado com sua rede de contatos.

———————————–

Na próxima terça-feira (17), o Instituto Vladimir Herzog lança o livro “Heroínas desta História – Mulheres em busca de justiça por familiares mortos pela ditadura”, uma obra sobre a trajetória de 15 mulheres atingidas pela violência de Estado durante a ditadura militar no Brasil. Disseminar essas histórias é nos posicionar contra tentativas de mudar as narrativas sobre o golpe militar, de exaltar torturadores, de desmontar as políticas públicas de reparação.

Acreditamos na memória como fator de mudança e como aliada contra arbitrariedades recorrentes. A publicação deste livro é, assim, um ato de resistência contra o autoritarismo. É uma ode à persistência na busca por justiça. É nossa homenagem à coragem das heroínas que não se calaram: Ana Dias, Angela Mendes de Almeida, Carolina Rewaptu, Clara Charf, Clarice Herzog, Crimeia de Almeida, Diana Piló de Oliveira, Damaris Lucena, Egle Vannucchi Leme, Elizabeth Teixeira, Elzita Santa Cruz, Eunice Paiva, Ilda Martins da Silva, Maria José Araújo e Marli Pereira Soares.

No dia 17 de março, 19h, na Unibes Cultural, queremos celebrar estas mulheres inspiradoras com você e todos que defendem a democracia. 

Compartilhar: