Relações de gênero no contexto escolar – São Paulo/SP, 20/09 a 22/11/2016

1999
0
Compartilhar:
image_pdfPDF

Como pensar questões de gênero no ambiente escolar? Como lidar com a diversidade e a pluralidade de modelos familiares? A emergência de discussões dessa natureza evidencia a necessidade cada vez mais crescente de se falar e problematizar as relações de gênero nas escolas, com o intuito de produzir um ambiente igualitário, democrático, formador e respeitador das diferenças.

(Centro de Estudos Gracinha, 19/09/2016 – acesse no site de origem)

JACQUELINE_BIO

Jacqueline Moraes Teixeira

Doutoranda em Antropologia Social na Universidade de São Paulo (USP) onde obteve o título de mestre também em antropologia social com uma pesquisa sobre gênero e religião. Possui graduação em Ciências Sociais (USP) e graduação em Teologia (Universidade Presbiteriana Mackenzie). É pesquisadora do Núcleo de Estudos de Religiões, Política e Espaço Publico (Nupre) tendo como tema de pesquisa a relação entre direitos reprodutivos e igrejas evangélicas de tradição neopentecostal. Também é pesquisadora do NAU-USP tendo como temática específica a religiosidade no contexto urbano. Atualmente trabalha como pesquisadora assistente no Cebrap, desenvolvendo pesquisas sobre educação, sexualidade e religiões contemporâneas. Tem experiência na área de Antropologia da Religião, Antropologia Urbana e estudos de gênero, atuando principalmente nos seguintes temas: Religião, Direitos Reprodutivos, Movimentos Sociais.

Mais de Jacqueline Moraes Teixeira

SILVANA_NASCIMENTO_BIO

Silvana de Souza Nascimento

Professora do departamento de Antropologia da Universidade de São Paulo (USP), desde 2013. Foi docente na Universidade Federal da Paraíba (UFPB), de 2007 a 2012, onde realizou investigações sobre transexualidades, cidades e movimento LGBT. Realizou pesquisas sobre gênero e sociabilidade entre mulheres rurais, durante o doutorado em Antropologia na Universidade de São Paulo (2001 a 2005) e atualmente desenvolve uma investigação sobre experiências urbanas de mulheres transexuais e travestis, seus desejos e formas de vida, em uma análise comparativa no Nordeste e Norte do país. É vice-coordenadora do Laboratório do Núcleo de Antropologia Urbana (LabNAU), da USP e pesquisadora colaboradora do Núcleo de Cidadania e Direitos Humanos da UFPB. Publicou diversos artigos em periódicos nacionais e internacionais. Autora dos seguintes livros: “Pitfalls of desire” (2013), “Faculdades femininas e saberes rurais” (2007) e co-autora em “A família como armadilha” (2011).

Mais de Silvana de Souza Nascimento

Compartilhar: