Cepal: desigualdades de gênero no trabalho é desafio

1238
0
Compartilhar:
image_pdfPDF

(ONU Brasil, 23/07/2014) Durante o encontro “Trabalho decente como requisito para a igualdade”, realizado nesta terça-feira (22) em Montevidéu (Uruguai) o secretário-adjunto da Comissão Econômica para a América Latina (CEPAL) das Nações Unidas, o brasileiro Antônio Prado, destacou que apesar de grandes avanços terem sido feitos na última década para aumentar a participação no mercado laboral, fortalecer o salário mínimo e diminuir o desemprego e a informalidade, restam ainda muitos outros desafios pela frente. Entre eles, a necessidade de promover mais participação igualitária entre homens e mulheres, cobertura de pensões e carga de trabalho não remunerada.

“Depois de anos de bonança a região enfrenta agora um conjuntura externa mais difícil e com menos dinamismo, por isso é preciso redobrar esforços. Os países devem continuar colocando mais empenho nas políticas fiscais e em gastos públicos, com instituições fortalecidas que promovam a igualdade em vários campos”, disse Prado.

Para ajudar a alcançar este objetivo, o representante brasileiro expôs as conclusões do documento “Pactos para a igualdade: rumo a um futuro sustentável”, que trata de dois grandes desafios para o desenvolvimento da América Latina e do Caribe: como obter maiores graus de igualdade e buscar a sustentabilidade na dinâmica do desenvolvimento para as novas gerações.

O documento indica sete pactos ou pilares de transformação para alcançar um desenvolvimento sustentável e promover a igualdade. Entre eles, um pacto social e laboral e uma redução das brechas de gênero, produtividade e de apropriação entre capital e trabalho.

Outros aspectos abordados são pactos fiscais e de investimento, e outros acordos para melhorar a dotação de serviços públicos e garantir a sustentabilidade ambiental e incentivar a governança dos recursos naturais e cooperação internacional muito além de 2015.

Organizado pela Fundação Friedrich Ebert Stiftung, o fórum internacional reuniu sindicatos e partidos políticos para debater sobre a sustentabilidade das transformações que estão ocorrendo na região.

Acesse no site de origem: CEPAL expõe pilares para a promoção da igualdade laboral em evento em Montevidéu (ONU Brasil, 23/07/2014)

Compartilhar: