COB e ONU Mulheres levam mensagem de igualdade de gênero para Jogos Escolares da Juventude

784
0
Compartilhar:
image_pdfPDF

(ONU Mulheres, 11/09/2015) Maior evento estudantil esportivo do Brasil, os Jogos Escolares da Juventude, organizados pelo Comitê Olímpico do Brasil (COB), adotaram a campanha da ONU como tema da edição 2015. A etapa para alunos e alunas de 12 a 14 anos se encerra neste sábado (12), em Fortaleza, enquanto a etapa de 15 a 17 anos acontecerá em Londrina (PR), entre 12 e 21 de novembro

COB e ONU Mulheres levam mensagem de igualdade de gênero para Jogos Escolares da Juventude/

Instalação Pequim+20 em Graffiti aborda 12 áreas de preocupação para direitos de mulheres e meninas (Foto: Saulo Cruz/Exemplus/COB)

Cerca de 4 mil estudantes, entre 12 e 14 anos, participam do Jogos Escolares da Juventude 2015, em Fortaleza, até este sábado (12). Meninas e meninos disputam 13 modalidades esportivas: atletismo, badminton, ciclismo, ginástica rítmica, judô, luta olímpica, natação, tênis de mesa, xadrez, basquete, futsal, handebol e vôlei.

No intervalo das competições, a igualdade de gênero é uma das mensagens abordadas na área de convivência numa ação entre o Comitê Olímpico do Brasil (COB) e a ONU Mulheres Brasil. A instalação Pequim+20 em Graffiti recupera as 12 áreas de preocupação da Plataforma de Pequim, resultante da 4ª Conferência Mundial sobre a Mulher que completa 20 anos em 2015.

No painel ElesPorElas-HeForShe, o movimento solidário internacional proposto pela ONU Mulheres chama a atenção do público para a adesão de homens e meninos na defesa dos direitos de mulheres e meninas. Em maio, o presidente do Comitê Olímpico Internacional (COI), Thomas Bach, foi nomeado pela ONU Mulheres como membro de ElesPorElas.

COB e ONU Mulheres levam mensagem de igualdade de gênero para Jogos Escolares da Juventude/

Atletas observam painel da ONU sobre Igualdade. Jogos Escolares da Juventude, etapa 12 a 14 anos (Foto: Saulo Cruz/Exemplus/COB)

Na ocasião, Bach declarou: “É uma honra ser nomeado um ElesPorElas pela ONU Mulheres. O Comitê Olímpico Internacional há muito defende a igualdade de gênero e o maior poder às mulheres. Através da reforma de nossa Agenda Olímpica para 2020, estamos ainda mais firmes no compromisso de usar o esporte e a atividade física para promover essa causa. Sabemos que o esporte desafia normas de gênero e estereótipos negativos. Ele ajuda a derrubar barreiras e desafios às normas de gênero, não só no campo de jogo, mas também no trabalho, em casa, nas escolas e em outros aspectos de nossa sociedade. Como um HeForShe, continuarei a apoiar e a promover a igualdade de gênero nas minhas atividades diárias como presidente do COI”, disse Thomas Bach.

Em 2014, após reunião com a ONU Mulheres, o Comitê Olímpico do Brasil (COB) decidiu que a igualdade de gênero seria o tema dos Jogos Escolares da Juventude 2015.

Educação esportiva – Maior evento estudantil esportivo do Brasil, os Jogos Escolares da Juventude, organizados pelo Comitê Olímpico do Brasil (COB), adotaram a campanha da ONU como tema da edição 2015. A etapa para alunos e alunas de 12 a 14 anos se encerra neste sábado (12), em Fortaleza, enquanto a etapa de 15 a 17 anos acontecerá em Londrina (PR), entre 12 e 21 de novembro.

Anualmente, o evento contempla mais de 2 milhões de jovens nas seletivas municipais e estaduais, organizadas pelos estados e municípios, representando 40 mil escolas de quase 4 mil cidades do Brasil. A fase nacional, organizada pelo COB desde 2005, reúne em cada faixa etária atletas dos 26 estados da Federação mais o Distrito Federal. Em novembro será realizada a etapa nacional para jovens de 15 a 17 anos, em Londrina (PR).

Os Jogos Escolares da Juventude já revelaram vários atletas para o alto rendimento, como a campeã olímpica Sarah Menezes e a campeã mundial Mayra Aguiar, ambas do judô. Na delegação brasileira que disputou os Jogos Olímpicos Londres 2012, 17 atletas do Time Brasil já haviam passado pela competição estudantil. O evento acompanhou também o desenvolvimento de atletas como as finalistas olímpicas Rosângela Santos e Ana Claudia Lemos, do atletismo; do semifinalista Leonardo de Deus, da natação; além do jogador de basquete Raulzinho, atualmente na NBA. Já nos Jogos Pan-americanos Toronto 2015, 75 atletas da delegação brasileira tiveram passagem pelos Jogos Escolares.

Acesse no site de origem: COB e ONU Mulheres levam mensagem de igualdade de gênero para Jogos Escolares da Juventude (ONU Mulheres, 11/09/2015)

Compartilhar: