Fundo internacional vai auxiliar jornalistas mulheres durante a pandemia de coronavírus

304
0
Compartilhar:
image_pdfPDF

A International Women Media’s Foundation  (IWMF) lançou um fundo para jornalistas mulheres que estão com dificuldade financeira devido à pandemia de coronavírus.

(Portal Imprensa, 06/04/2020 – acesse no site de origem)

Segundo a instituição, pode participar jornalista que perdeu trabalho, foi recentemente demitida ou que precisa urgentemente de assistência para evitar resultados graves e irreversíveis.

O fundo fornecerá pequenas doações de até US $ 2.000 por solicitação. No entanto, será dada consideração especial caso a caso àqueles que tiverem maior necessidade financeira.

Critérios

Para se qualificar para o Fundo de Ajuda ao Jornalismo da IWMF, os candidatos devem atender aos seguintes critérios:

– Ser uma equipe ou repórter freelancer de identificação de mulheres, trabalhando em qualquer meio, cuja profissão principal seja o jornalismo (a prioridade seria dada a freelancers e jornalistas demitidos recentemente);

– Trabalhou em período integral como jornalista nos seis meses seguintes à solicitação de assistência;

– Solicitar assistência diretamente relacionada à crise de saúde global;

– E, não há outras fontes de renda disponíveis no momento.

Benefícios

O Fundo de Ajuda ao Jornalismo da IWMF fornece às jornalistas mulheres o seguinte:

– Assistência vital para prevenir a falta de moradia e a insegurança alimentar

– Cuidados médicos agudos e serviços de saúde mental

– Puericultura

– Suporte legal

Inscrição

Para solicitar assistência do Fundo de Ajuda ao Jornalismo da IWMF, você deve preencher um questionário preliminar no site da instituição.

Todas as solicitações serão submetidas a um processo de verificação. Solicitações que não atendam aos critérios acima não serão consideradas. Os pedidos serão revisados diariamente.

Se você tiver alguma dúvida relacionada ao Fundo de Ajuda ao Jornalismo da IWMF, envie um e-mail para [email protected] .

Compartilhar: