Maioria das mulheres negras ativistas atua diretamente no enfrentamento à pandemia

125
0
Compartilhar:
image_pdfPDF

(Rádio Agência Nacional | 12/06/2020 | Por Raquel Júnia)

Mulheres negras podem e devem decidir os rumos da política e da sociedade. A afirmação parece óbvia, mas diante do racismo e da invisibilidade, esse é o alerta de um relatório que procurou identificar, conhecer e colocar em evidência quem são e quais são as soluções apontadas pelas ativistas negras, que, mesmo durante a pandemia, continuaram provocando debates e mudanças em suas localidades.

O estudo, inédito, produzido em parceria pelo Instituto Marielle Franco e o Movimento Mulheres Negras Decidem, ouviu 245 ativistas de todas as regiões do país sobre como estão atuando e as perspectivas para sua inserção nos debates políticos.

Acesse a matéria completa no site de origem.

Compartilhar: