Opas alerta sobre impacto desproporcional da covid em indígenas e mulheres

83
0
Compartilhar:
image_pdfPDF

A curva de contágio do novo coronavírus, relatado em dezembro na China e declarado pandemia em 11 de março pela Organização Mundial da Saúde (OMS), cresce nas Américas depois de achatar ou cair no resto do mundo

(Correio Braziliense | 19/05/2020 | Por Agência France-Presse)

A Organização Pan-Americana da Saúde (Opas) alertou nesta terça-feira sobre o impacto “desproporcional” da pandemia do COVID-19 sobre povos indígenas e mulheres nas Américas, colocando-os entre os grupos vulneráveis para os quais pediu proteção para colocar a região “no caminho da recuperação”.

“Estamos cada vez mais preocupados com os pobres e outros grupos vulneráveis com maior risco de doença e morte pelo coronavírus”, disse a diretora da Opas, Carissa Etienne, destacando “grupos indígenas que vivem na Bacia Amazônica” e “mulheres em nossa região”.
Compartilhar: