01/12/2010 – Mulheres defendem Previdência Social para trabalhadoras informais (Folha.com)

496
0
Compartilhar:
image_pdfPDF
(Folha.com) Centenas de mulheres trabalhadoras de todo o país se mobilizam em Brasília em defesa da luta pelo direito a Previdência Social. São trabalhadoras informais como catadoras, ambulantes, feirantes e donas de casa, que exercem sua profissão em condições precárias e insalubres, sem proteção social e até hoje seguem sem reconhecimento de seu valor e de seus direitos.
Durante dois dias elas ficarão em um acampamento montado ao lado do Centro de Convenções Ulysses Guimarães, onde paralelamente ocorre a Conferência Mundial sobre Sistemas Universais de Seguridade Social. Na oportunidade, as mulheres irão apresentar um documento com propostas de seguridade social para a trabalhadora brasileira.
“As mulheres querem chamar atenção para a situação da seguridade social no nosso país que tem um impacto muito grande na vida das mulheres brasileiras que estão excluídas majoritariamente desse sistema”, disse a integrante da AMB (Articulação de Mulheres Brasileiras), Nilde Sousa.
Todas as trabalhadoras fazem parte dos movimentos de mulheres articulados pelo Fórum Itinerante das Mulheres em Defesa da Seguridade Social, que desde 2007 estão em permanente mobilização, por todo o Brasil, em defesa da proteção social ao trabalho das mulheres.
“Há várias formas de se pensar em uma solução. Seria importante que o governo pensasse em taxas menores de contribuição para que essas mulheres tivessem condições de pagar essas taxas”, disse a coordenadora do Cfemea (Centro Feminista de Estudos e Assessoria), Leila Rebouças.

Acesse a matéria: Mullheres defendem Previdência Social para trabalhadoras informais (Folha.com – 01/12/2010)

Compartilhar: