19/04/2011 – É o racismo, estúpidos!, por José Vicente (Folha)

407
0
Compartilhar:
image_pdfPDF

(Folha de S.Paulo) “O racismo é perigosamente destrutivo e enganador; tanto quanto repudiá-lo, também é indispensável combatê-lo sem trégua e sem piedade”, escreve o advogado José Vicente, reitor da Faculdade Zumbi dos Palmares, na seção Tendências/Debates.

Neste artigo o advogado contextualiza acontecimentos recentes, que carregam em si ações racistas, para discutir o racismo hoje, e alerta a respeito de como o racismo vem se introduzindo ao “naturalmente cotidiano”. Leia trechos selecionados: 

“Dez anos depois da primeira Conferência Mundial contra o Racismo e a Xenofobia de Durban, África do Sul, as mazelas e os perigos do racismo acenderam a luz vermelha e a ONU, instituindo 2011 como o Ano Internacional dos Afrodescendentes, volta a conclamar a comunidade de nações a se debruçar sobre os equívocos e a ineficiência das políticas antirracistas, por conta do recrudescimento dos níveis de racismo e discriminação racial contra os negros no mundo.”

“Surrealismo, ambiguidade, hipocrisia, cinismo, desfaçatez, indiferença e tantos outros adjetivos jorram na literatura quando se analisa a tão vilipendiada trajetória do negro no Brasil. Todos apontam o racismo e ninguém consegue encontrar um racista. Junta-se a eles, a partir de agora, a estupidez.”

“Flertando com os veículos de comunicação, são a fina e rejuvenescida flor daquela corrente que faz um mau uso do direito de expressão para fins pessoais inconfessáveis, colocando o mandato popular a fomentar, voluntária ou involuntariamente, mas de modo igualmente irresponsável, o ódio racial.”

“Como a resultante dos estúpidos é a estupidez, a retórica dissimulada em ideia livre e democrática é, na verdade, a correia de transmissão para os também estúpidos integrantes das gangues organizadas que, em São Paulo, no ambiente cibernético e à luz do dia, pregam e praticam a perseguição, a agressão e a eliminação de negros, de judeus e de homossexuais.”

“O racismo é perigosamente destrutivo e sutilmente enganador. Ele tateia sutilmente pelas frestas e se mistura sinuosamente como naturalidade cotidiana; tanto quanto repudiá-lo, é indispensável combatê-lo sem trégua e sem piedade.”

Leia o artigo na íntegra: É o racismo, estúpidos!, por José Vicente (Folha de S.Paulo – 19/04/2011) 
  
Veja também dados do Relatório Anual das Desigualdades Raciai, divulgado pela UFRJ :
Expectativa de vida de negros é 6 anos menor que de brancos (Folha.com – 19/04/2011)   
Negros são mais atingidos por abandono e repetência escolar (Folha.com – 19/04/2011)   
Homicídios ficam estáveis no país, mas crescem entre negros (Folha.com – 19/04/2011)  

Mulheres negras recebem menos anestesia, por Marcelo Rubens Paiva (O Estado de S. Paulo – 09/04/2011)

Compartilhar: