Cobertura obrigatória para exames de detecção do vírus zika

905
0
Compartilhar:
image_pdfPDF

(O Globo,04/07/2016) Testes serão assegurados para gestantes e bebês filhos de mães com a doença.

A partir desta quarta-feira três exames para detecção de vírus zika passam a ter cobertura obrigatória pelos planos de saúde. Os exames estabelecidos pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) são o PCR (Polymerase Chain Reaction), indicado para a detecção do vírus nos primeiros dias da doença; o teste sorológico IgM, que identifica anticorpos na corrente sanguínea; e o IgG para verificar se a pessoa já teve contato com zika em algum momento da vida.

este sobre o vírus zika em laboratórido de virologia molecular do Rio – Domingos Peixoto / Agência O Globo / 11-1-2016  

Os exames deverão ser assegurados para gestantes, bebês filhos de mães com diagnóstico de infecção pelo vírus, bem como aos recém-nascidos com malformação congênita sugestivas de infecção pelo zika. Esses são os grupos considerados prioritários para detecção de zika devido à sua associação com o risco de microcefalia nas crianças, quando o cérebro delas não se desenvolve de maneira adequada.

— A incorporação de exames diagnósticos para zika foi amplamente discutida por técnicos e especialistas visando a melhoria do atendimento a gestantes e recém-nascidos no Brasil — afirma a diretora de Normas e Habilitação de Produtos (Dipro), Karla Santa Cruz Coelho. — Mas é importante ressaltar que diversos procedimentos destinados ao acompanhamento de gestantes e bebês já têm cobertura assegurada nos planos de saúde. Portanto, essa medida assegura o diagnóstico mais preciso, melhorando a qualidade na atenção às mães e seus bebês — afirma a diretora.

Coelho também destaca que a incorporação dos testes laboratoriais ocorreu de forma extraordinária, com a revisão pela ANS do Rol de Procedimentos e Eventos em Saúde, por se tratar de uma emergência em saúde pública decretada pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

Acesse o site de origem: Cobertura obrigatória para exames de detecção do vírus zika  (O Globo, 04/07/2016)

 

Compartilhar: