Grávidas devem usar camisinha para evitar transmissão de zika

610
0
Compartilhar:
image_pdfPDF

(G1/Bem Estar, 25/04/2016) Nos EUA, a recomendação é o uso correto e constante do preservativo. Já foram confirmados 192 casos de microcefalia ligados ao zika no Brasil.

O vírus da zika assusta as grávidas do país inteiro. Isso porque há uma relação entre o vírus e a microcefalia. A recomendação mais recente é o uso de camisinha durante todo o período da gestação, já que estudos mostram que o vírus pode ser transmitido pelo sêmen. Nos Estados Unidos, a orientação para as grávidas é a abstinência sexual durante toda a gravidez ou o uso correto e constante do preservativo.

 

Ainda não se sabe tudo sobre esse vírus. Em 2016, já foram confirmados 192 casos de microcefalia ligados ao zika. Para falar sobre o assunto, o Bem Estar desta segunda-feira (25) convidou o consultor e infectologista Caio Rosenthal e o epidemiologista e diretor do departamento de DSTs, AIDS e hepatites virais do Ministério da Saúde Fábio Mesquita.

John Brooks, do centro de controle de doenças do governo americano em Atlanta, conversou com o Bem Estar para esclarecer dúvidas sobre a transmissão sexual do vírus da zika.

“Sabemos que o vírus da zika é transmitido pelo sêmen. Por isso, para proteger as mulheres grávidas recomendamos abstinência sexual durante toda a gravidez ou o uso correto e constante do preservativo. Já se sabe que o vírus permanece no sêmen por pelo menos dois meses. Por garantia, recomenda-se a precaução por um tempo três vezes maior, ou seja, seis meses”. Brooks ressalta que ainda se sabe muito pouco sobre a zika. Essas recomendações são provisórias, até que se entenda mais sobre a transmissão.

Vírus da zika
Assim como os vírus da dengue e do chikungunya, o vírus da zika também é transmitido pelo mosquito Aedes aegypti. Os principais sintomas da doença provocada pelo vírus da zika são febre intermitente, erupções na pele, coceira e dor muscular. A evolução da doença costuma ser benigna e os sintomas geralmente desaparecem espontaneamente em um período de 3 até 7 dias. O quadro de zika é muito menos agressivo que o da dengue, por exemplo.

Camisinha
O epidemiologista e diretor do departamento de DSTs, AIDS e hepatites virais do Ministério da Saúde Fábio Mesquita explica como colocar as camisinhas feminina e masculina. Veja os vídeos.
– Olhe a validade

– Não abra com os dentes

– Não usar duas camisinhas ao mesmo tempo porque pode estourar

– Usar lubrificante para camisinhas a base de água, se necessário. Não usar óleo corporal, loção hidratante, etc.

– Cuidado com camisinhas que vem presas a folders, folhetos de divulgação. O grampo pode ter furado a camisinha. Veja se a embalagem está inteira.

– Retirar com cuidado logo após a relação

Acesse o site de origem: Grávidas devem usar camisinha para evitar transmissão de zika (G1/Bem Estar, 25/04/2016)

Compartilhar: