Grávidas enfrentam risco maior de complicações de Covid-19, diz estudo

Compartilhar:
image_pdfPDF

Pesquisa dos Centros de Controle e Prevenção de Doenças dos EUA (CDC) é a maior já realizada

(Folha de S. Paulo | 03/11/2020 | Por Roni Caryn Robin)

Autoridades de saúde dos Estados Unidos acrescentaram na segunda-feira (2) a gestação à lista de condições que colocam as pessoas com Covid-19 sob maior risco de desenvolver doenças graves, incluindo risco elevado de morte.

Embora a maioria das mulheres grávidas infectadas com o coronavírus não tenha ficado gravemente doente, a nova advertência se baseia em um grande estudo que analisou dezenas de milhares de gestantes com sintomas de Covid-19.

O estudo descobriu que elas tinham propensão significativamente maior a precisar de cuidados intensivos, a ser conectadas a uma máquina de bypass coração-pulmão e a necessitar de ventilação mecânica do que mulheres não grávidas da mesma idade que apresentavam sintomas de Covid.

Acesse a matéria completa no site de origem.

 

Compartilhar: