Lobby antiaborto se espalha pelos parlamentos estaduais brasileiros

Compartilhar:
image_pdfPDF

Reportagem produzida com o apoio do Instituto Patrícia Galvão alerta: Profusão de frentes parlamentares visa acelerar trâmite de projetos no Congresso que impedem a interrupção da gravidez em qualquer circunstância

(El País Brasil, 17/01/2020 – acesse na íntegra no site de origem)

lobby antiaborto adotou uma nova estratégia. O grupo pretende aumentar a pressão sobre o Congresso Nacional por meio da criação de frentes parlamentares nas Assembleias Legislativas e da modificação de constituições estaduais. O objetivo: acabar com qualquer possibilidade de se realizar um aborto legal, até nos casos previstos no Código Penal brasileiro desde 1940. Atualmente, já são nove frentes instaladas em diferentes regiões do país —Acre, Alagoas, Maranhão, Minas Gerais, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, São Paulo e Sergipe—, sendo que seis foram lançadas entre setembro e dezembro de 2019. Em outros dois Estados, Rondônia e Espírito Santo, parlamentares se articulam para viabilizar o lançamento de mais duas frentes.

Por Luiza Villaméa e Mônica Tarantino

Clique aqui para ler na íntegra esta reportagem produzida com o apoio do Instituto Patrícia Galvão – Mídia e Direitos.

Compartilhar: