Ministério Público de São Paulo promove debate sobre a questão do aborto

Compartilhar:
image_pdfPDF

Evento foi organizado pelos Centros de Apoio do MPSP e contou com a participação de diversos convidados

O Ministério Público do Estado de São Paulo (MPSP), por meio do Centro de Apoio Criminal (Caocrim) e do Centro de Apoio Operacional das Promotorias de Justiça Cíveis e de Tutela Coletiva (Cao Cível), com apoio da Associação Paulista do Ministério Público (APMP), realizaram na segunda-feira (29/05) o  evento Direto ao Ponto, com o tema “Interrupção da Gravidez à Luz da Jurisprudência”, no auditório do Conselho Superior.

A mesa de abertura foi composta pelo presidente da Associação Paulista do Ministério Público (APMP), José Oswaldo Molineiro, ladeado pelo subprocurador-geral de Justiça de Políticas Criminais e Institucionais, Mário Luiz Sarrubbo, e pelo coordenador do Cao Cível, José Roberto Rochel de Oliveira.

Compuseram a mesa de debates os procuradores de Justiça José Oswaldo Molineiro, presidente da APMP, Ronaldo Porto Macedo Júnior, Martha de Toledo Machado, José Roberto Rochel de Oliveira, coordenador-geral do Caocível, os promotores de Justiça Levi Emanuel Magno, coordenador do Caocrim, Fabiana Dal´Mas Rocha Paes, do Grupo de Atuação Especial de Enfrentamento à Violência Doméstica, núcleo central (Gevid), a advogada Ana Lúcia Keunecke, diretora executiva da ONG Mulher sem violência, o médico Jefferson Drezet, coordenador do ambulatório de violência sexual e de aborto legal do Hospital Pérola Byington, e a professora Janaína Conceição Pascoal, da Faculdade de Direito do Largo do São Francisco. Também estiveram presentes os procuradores de Justiça Luiz Antonio de Oliveira Nusdeo, Liliana Mercadante Mortari, membros do Conselho Superior do Ministério Público, os promotores de Justiça Fernanda Narezi Pimentel Rosa, assessora do Ccaocrim, Roberto de Campos Andrade, secretário executivo do Caocível, Fabiola Sucasas Negrão Covas, assessora do Ccaocível, José Roberto Fumach, assessor do Caocrim, Celeste Leite dos Santos e Debora MorettI Fumach.

Todas as apresentações podem ser assistidas por meio do vídeo que está logo abaixo, na íntegra.

(Informações com o site do MPSP)

Compartilhar: