Negras morreram mais por aborto do que brancas entre 2020 e 2021, aponta dossiê

Compartilhar:
image_pdfPDF

Informações são de documento da ONG Criola

(Folha de S. Paulo | 30/09/2021 | Por Mônica Bergamo)

SÃO PAULO

Mulheres negras no Brasil morreram mais por aborto do que mulheres brancas, entre janeiro de 2020 e fevereiro de 2021. Esse grupo correspondeu a 45,21% das mortes no período, ante 17,81% de mulheres brancas. As informações são do dossiê “Mulheres Negras e Justiça Reprodutiva”, da ONG Criola, que utilizou dados oficias do governo federal e será lançado nesta sexta (1º).

Acesse a matéria completa no site de origem

Compartilhar: