No Brasil, aborto vitima mais mulheres negras do que brancas

Compartilhar:
image_pdfPDF

Elas também têm menos acesso a anestesia durante o parto normal e morrem mais em decorrência da gestação

(Folha de S.Paulo | 19/11/2020 | Por Thaiza Pauluze)

Embora faltem dados sobre aborto no Brasil e não haja nos sistemas de saúde qualquer informação sobre aborto inseguro, os riscos do procedimento no país são maiores para pretas, pardas e pobres, que estudaram pouco.

Enquanto entre mulheres brancas a taxa é de 3 óbitos causados por aborto a cada 100 mil nascidos vivos, entre as negras esse número sobe para 5. Para as que completaram até o ensino fundamental, o índice é de 8,5, quase o dobro da média geral de 4,5.

Acesse essa matéria na íntegra no site de origem

Compartilhar: