23/11/2010 – Vaticano cobra de Dilma que preserve acordo bilateral (Estadão)

437
0
Compartilhar:
image_pdfPDF

(O Estado de S. Paulo) “Minha principal mensagem e objetivo foi tranquilizar o Vaticano em relação ao que será o governo Dilma”, disse Gilberto Carvalho, chefe de gabinete do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em entrevista por telefone ao Estadão, após sair da reunião com o secretário da Santa Sé para Relações com os Estados, Dominique Mamberti. Segundo a reportagem, o Vaticano solicitou a Carvalho que o Acordo Brasil- Santa Sé sobre o Estatuto Jurídico da Igreja Católica entre em vigor no mandato de Dilma Rousseff.

O documento inicial, proposto pela Igreja em 2007, incluía a obrigatoriedade do ensino de religião em escolas públicas, acesso às reservas naturais para missionários e isenção de impostos. O Itamaraty alterou o texto para uma mera declaração de boas relações com a Santa Sé.

Na conversa, Carvalho informou que a presidente eleita não tem intenção de rever o acordo com o Vaticano, mas ressaltou a necessidade de manter o caráter laico do Estado. “Não podemos esquecer que 22,5% da população brasileira é composta de evangélicos.” Segundo Carvalho, “não haverá diferença qualitativa entre o governo Dilma e o governo de Lula em relação à Igreja”.

Acesse: Vaticano cobra de Dilma que preserve acordo bilateral (O Estado de S. Paulo – 23/11/2010)

Compartilhar: