Testes de zika chegarão a SUS em dezembro, diz secretário bahiano

Compartilhar:
image_pdfPDF

Secretário estadual da Saúde da Bahia, Fábio Vilas-Boas, afirmou que há previsão de distribuição do exame sorológico para os postos de saúde para dezembro

(A Tarde, 14/10/2016 – Acesse no site de origem)

No contexto de graves problemas de saúde pública causados pelo mosquito Aedes aegypti, transmissor de dengue, chikungunya e zika vírus, está previsto para o próximo verão a distribuição do teste rápido Zika NS1 nos postos de saúde.

bahiafarma

Desenvolvido pelo laboratório público Bahiafarma, o teste rápido para detectar a doença que se tornou epidemia no país, foi registrado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e tem como função a detecção de anticorpos contra o vírus da zika em qualquer fase.

O teste visa também colaborar com o mapeamento epidemiológico de ocorrências e facilitar ações de combate à doença.

Além deste teste rápido, o Bahiafarma desenvolveu os testes sorológicos Zika IgG, que identifica infecções recentes, e o IgM, para infecções mais antigas.

Segundo o diretor-presidente do laboratório, Ronaldo Dias, a população precisa de um teste que apresente o diagnóstico com rapidez. “O que nós queremos é disponibilizar ferramentas para que sejam identificadas as diferenciações da doença”. explica o gestor.

Por meio da assessoria de comunicação, a Anvisa informou que o novo teste apresenta o resultado vinte minutos após a aplicação da amostra e aumenta o conjunto de testes disponíveis para detecção da zika.

Informou também que, apesar de ser um teste rápido, o produto não é um autoteste e requer um ambiente laboratorial mínimo para ser aplicado.

O Ministério da Saúde informou, por meio da assessoria de comunicação, que está viabilizando a compra dos testes baianos de zika, mas que o produto ainda não foi incorporado ao Sistema Único de Saúde (SUS).

Distribuição

O secretário estadual da Saúde, Fábio Vilas-Boas, confirmou que a previsão de distribuição nos postos de saúde é para dezembro. “Na próxima semana, o ministro da Saúde, Ricardo Barros, virá à Bahia e deverá assinar a ordem de compra do teste”, disse Vilas-Boas.

O secretário lembrou que o teste Zika NS1 é o único do Brasil que foi submetido à avaliação rigorosa do Instituto Nacional de Controle de qualidade em saúde (INCQS), e que “é importante fazer o teste sorológico para um diagnóstico rápido”.

Compartilhar: