18/10/2011 – Mulheres querem garantir direito universal à previdência social

415
0
Compartilhar:
image_pdfPDF

(Agência Câmara) A representante do Fórum Itinerante das Mulheres em Defesa da Seguridade Social (FIPSS), Veronica Ferreira, defendeu a garantia de direito universal à previdência social como forma de combater a pobreza durante o Fórum Nacional de Organismos Governamentais de Políticas para as Mulheres, realizado em Brasília.

A ideia é ampliar os direitos previdenciários para incluir as donas de casa, empregadas domésticas e demais trabalhadoras que estão fora do sistema, como ambulantes, pescadoras e trabalhadoras informais, e dessa forma contribuir para a redução da pobreza e da desigualdade no país. Atualmente, a grande maioria das trabalhadoras só tem acesso à previdência social se contribuir, o que resulta na exclusão das trabalhadoras informais, mulheres mais pobres e em sua maioria negras.

Presente no evento, a presidenta da Federação Nacional das Trabalhadoras Domésticas (Fenatrad), Creuza Maria Oliveira, reivindica creches para os filhos das empregadas domésticas. “Essas mulheres, trabalhadoras domésticas, que saem todos os dias para trabalhar precisam ter um local adequado para deixar seus filhos em segurança, para poder ir desenvolver seu trabalho sabendo que seus filhos estão em creches de qualidade”, disse Creuza.

Já a deputada Benedita da Silva (PT-RJ) colocou-se à disposição para aprofundar o debate, a fim de que se chegue a um relatório de consenso. Ela é relatora da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 478/10, que amplia os direitos dos trabalhadores domésticos.

Leia na íntegra: Mulheres querem garantir direito universal à previdência social (Agência Câmara – 18/10/2011)

Compartilhar: