Grupo Assessor da Sociedade Civil Brasil da ONU Mulheres tem nova composição

1113
0
Compartilhar:
image_pdfPDF

(ONU Mulheres, 31/03/2015) Com representação diversa, novas assessoras estão ligadas a causas e direitos das mulheres negras, quilombolas, indígenas, ciganas, lésbicas, enfrentamento à violência, masculinidades, comunicação e esporte

Sete lideranças dos movimentos feminista e de mulheres passam a integrar o Grupo Assessor da Sociedade Civil Brasil da ONU Mulheres, até dezembro de 2016, no apoio ao mandato da ONU Mulheres no país. São elas: Isabela Cruz, representante Sul de Juventude e na Articulação de ONGS de Mulheres Negras Brasileiras (AMNB) junto à Coordenação Nacional das Comunidades Negras Rurais (Conaq); Jacira Melo, diretora executiva do Instituto Patrícia Galvão – Mídia e Direitos; Lívia Souza, sócia e assessora jurídicas da ONG Themis – Gênero, Justiça e Direitos Humanos; Mariana Rodrigues, integrante da Liga Brasileira de Lésbicas (LBL); Mirela Domenich, gerente geral da ONG Streetfootballworld Brasil; Rebecca Souza, militante feminista da etnia cigana; e Vanessa Fonseca, coordenadora de programas do Promundo.

O Grupo Assessor da Sociedade Civil (Brasil) é composto de 15 integrantes com trajetória e experiência reconhecidas e comprovadas em áreas relacionadas à igualdade de gênero, ao empoderamento das mulheres, e aos direitos humanos das mulheres, sendo originárias de organizações e redes feministas e de mulheres, assim como de outras organizações e redes de base da sociedade civil, comprometidas com os valores das Nações Unidas. As novas assessoras se somam a outras oito: Aniram Lins Cavalcante, da Rede de Mulheres Pescadoras e Marisqueiras do Sul da Bahia; Benilda Regina Paiva de Brito, do Odara Instituto da Mulher Negra; Evane Lopes Dias Silva, da Associação Quilombola de São Domingos e da Coordenação Nacional das Comunidades Quilombolas – CONAQ; Jolúzia Batista, do Coletivo Leila Diniz; Jurema Werneck, de Criola e da Articulação de ONGs de Mulheres Negras Brasileiras; Marlise Santos, do Núcleo de Estudos e Pesquisas sobre a Mulher – NEPEM e Centro do Interesse Feminista e de Gênero – CIFG da Universidade Federal de Minas Gerais; Renata Cunha, do Sesi Paraná; e Suzie Guarani, da Associação Indígena Guateka Marçal de Souza.

A gestão anterior esteve constituída por: Camila Morsch (Instituto Ethos), Delaine Costa (Instituto Brasileiro de Administração Municipal – IBAM), Denise Dora (Fundo Brasil de Direitos Humanos), Guacira César (Centro Feminista de Estudo e Assessoria – Cfemea), Jacqueline Pitanguy (Cidadania, Estudo, Pesquisa, Informação e Ação – Cepia), Lia Lopes (Jovens Feministas de São Paulo) e Maria Aparecida Bento (Cento de Estudos das Relações de Trabalho e Oportunidades – CEERT).

Em mensagem às participantes da gestão passada, Jurema Werneck, de Criola, saudou as antigas companheiras e deu as boas-vindas às novas assessoras. “Ao mesmo tempo, não me despeço das que saem do grupo, pois seguiremos nos encontrando nas lutas necessárias pelos direitos das mulheres e por justiça”, considerou Werneck, que prossegue como assessor da sociedade civil da ONU Mulheres.

Na passagem de assento, Jacqueline Pitanguy frisou a importância do Grupo. “Dou as boas vindas às novas integrantes do Grupo Assessor da Sociedade Civil na certeza de que em muito contribuirão para esse diálogo tão importante entre a ONU e os grupos de mulheres”, disse ela.

Para nova assessora, Jacira Melo, do Instituto Patrícia Galvão, há bastante expectativa em compor o grupo. “Considero que integrar o Grupo Assessor será uma importante oportunidade para buscar contribuir para o fortalecimento da ONU Mulheres e da luta feminista pelos direitos das mulheres”, afirmou Jacira Melo.

O Grupo Assessor se reúne duas vezes por ano e mantem contatos regulares com a Representante e a equipe da ONU Mulheres Brasil. O próximo encontro presencial acontecerá nos dias 7 e 8 de abril, em Brasília.

Assessoramento à ONU Mulheres – Os Grupos Assessores da Sociedade Civil da ONU Mulheres são espaços estabelecidos a nível global, regional e nacional com o propósito de facilitar consultas efetivas, contínuas e estruturadas entre a sociedade civil e a ONU Mulheres. Têm como objetivo enriquecer o desenvolvimento de políticas e programas com a experiência, as perspectivas e os conhecimentos da sociedade civil; e promover parcerias duradouras entre a ONU Mulheres e a sociedade civil pela igualdade de gênero e o empoderamento das mulheres.

Acesse no site de origem: Grupo Assessor da Sociedade Civil Brasil da ONU Mulheres tem nova composição (ONU Mulheres, 31/03/2015)

Compartilhar: