Band Rio divulga série de vídeos com depoimentos de jornalistas mulheres pelo mundo

Compartilhar:
image_pdfPDF

A Band Rio divulgou em suas redes sociais uma série de vídeos que traz depoimentos de mulheres jornalistas que trabalham em países onde há censura para o exercício da profissão.

Dois depoimentos especiais focam no desafio em exercer a profissão sendo mulher em países carregados de preconceitos, como Kuwait, no Oriente Médio, e Libéria, na África.

Veja abaixo:

JORNALISTAS PELO MUNDO – SÉTIMO EPISÓDIO

Jornalismo na #Libéria: Depois de anos de instabilidade política, e até uma guerra civil, a Libéria vive hoje o mais longo período democrático da história recente: em janeiro de 2018, o ex-jogador de futebol George Weah, considerado um dos melhores do continente africano, assumiu a presidência do país. Mas, se a censura deixou de ser um obstáculo para jornalistas, o preconceito ainda é um desafio para mulheres que se dedicam à profissão. Em entrevista à repórter Mariana Procopio, a jornalista Gloria T Tamba detalha como superou esta dificuldade e conseguiu uma vaga em um dos principais jornais do país.

Edição: Ingrid Mariz
Colaboração: Vinicius Fernandes

JORNALISTAS PELO MUNDO – OITAVO EPISÓDIO

Jornalismo no #Kuwait: por abrigar grandes reservas de petróleo, o país do Oriente Médio de 4 milhões de habitantes tem uma das maiores rendas per captas do mundo. Mas, riqueza e desenvolvimento caminham juntos com um conservador sistema político, controlado pela maioria mulçumana. Uma lei de imprensa proíbe referências a Deus e ao profeta Maomé, assim como críticas à monarquia, a constituição e ao judiciário. Em entrevista à repórter Mariana Procopio, a jornalista Athoob Al-Shuaibi detalha os desafios de exercer a profissão diante da legislação atual e a pressão em curso da sociedade por mudanças.

Edição: Ingrid Mariz
Colaboração: Vinicius Fernandes

Compartilhar: