Skol irá trocar campanha após acusação de ‘apologia ao estupro’

1644
0
Compartilhar:
image_pdfPDF

(G1, 11/02/2015) A Ambev informou nesta quarta-feira (11) que irá substituir os cartazes da campanha “Viva Redondo”, da marca Skol, após receber críticas das redes sociais. Internautas reclamaram após a divulgação da foto de um cartaz com a mensagem “deixei o não em casa” por uma usuária do Facebook. “A ‘maravilhosa’ Skol decidiu fazer uma campanha de carnaval espalhando frases que induzem a perda do controle. ‘Topo antes de saber a pergunta’, ‘esqueci o não em casa’ são alguns exemplos. Uma campanha totalmente irresponsável, principalmente durante o carnaval que a gente sabe que o índice de estupro sobe pra caramba”, dizia a legenda da foto.

Leia mais: Mulheres se irritam com tom da campanha de Skol e alteram mensagem de outdoor (Brainstorm9, 11/02/2015)

“Amigos publicitários, vocês precisam ter mais noção e respeito. #feminismo #respeito #estuproNAO”, dizia ainda a postagem, que até a noite desta quarta já tinha mais de 4,7 mil compartilhamentos.

Com a repercussão na internet, a Ambev informou que decidiu substituir as frases da campanha. Veja abaixo a íntegra da nota da empresa:

“As peças em questão fazem parte da nossa campanha “Viva RedONdo”, que tem como mote aceitar os convites da vida e aproveitar os bons momentos. No entanto, fomos alertados nas redes sociais que parte de nossa comunicação poderia resultar em um entendimento dúbio. E, por respeito à diversidade de opiniões, substituiremos as frases atuais por mensagens mais claras e positivas, que transmitam o mesmo conceito. Repudiamos todo e qualquer ato de violência seja física ou emocional e reiteramos o nosso compromisso com o consumo responsável. Agradecemos a todos os comentários.”

Internauta divulgou protesto contra campanha da Skol, acusando a marca de apologia ao estupro.  (Foto: Reprodução/Facebook)

Internauta divulgou protesto contra campanha da Skol, acusando a marca de apologia ao estupro. (Foto: Reprodução/Facebook)

Acesse no site de origem: Skol irá trocar campanha após acusação de ‘apologia ao estupro’ (G1, 11/02/2015)

Compartilhar: