Nota de dólar terá mulher pela primeira vez

832
0
Compartilhar:
image_pdfPDF

(Folha de S. Paulo, 18/06/2015) O Departamento do Tesouro dos EUA anunciou que, a partir de 2020, a cédula de US$ 10 terá o rosto de uma mulher.

A data é uma referência aos cem anos da aprovação da emenda à Constituição que garantiu o direito de voto às mulheres.

A homenageada será anunciada no fim deste ano. Será a primeira vez que uma mulher aparecerá em uma cédula de dólar.

A imagem do atual homenageado, Alexander Hamilton (o primeiro secretário do Tesouro dos EUA), continuará aparecendo na nota, mas de maneira reduzida.

Rosa Parks (defensora dos direitos civis) e Eleanor Roosevelt (ex-primeira-dama) estão entre os nomes cotados.

No ínicio deste ano, uma campanha apoiada por nomes como a atriz Susan Sarandon queria mudar o rosto do homenageado na cédula de US$ 20.

Atriz Susan Sarandon posa em defesa da campanha por uma mulher na nota de US$ 20

Atriz Susan Sarandon posa em defesa da campanha por uma mulher na nota de US$ 20 (Foto: Reprodução)

A campanha “Women on 20s” (algo como “mulheres nas notas de 20”) defendia que o presidente Barack Obama tirasse a imagem de seu controverso predecessor Andrew Jackson (1767-1845) e a substituísse pela de uma mulher.

Jackson foi conhecido pelo militarismo, por ter desalojado povos indígenas e por sua oposição à ideia de um Banco Central nos EUA.

Em uma votação pelo site da campanha, womenon20s.org, a escolhida para ser o rosto da cédula de US$ 20 foi Harriet Tubman, líder abolicionista negra do século 19.

A única exigência para que uma pessoa seja homenageada nas notas de dólar é que ela já esteja morta.

Acesse o PDF: Nota de dólar terá mulher pela primeira vez (Folha de S. Paulo, 18/06/2015)

Compartilhar: