Mulheres negras defendem maior espaço na política

413
0
Compartilhar:
image_pdfPDF

(Rádio Brasil Atual) A coordenadora da Articulação Popular e Sindical de Mulheres Negras do Estado de São Paulo, Sandra Mariano, afirmou hoje (7) à Rádio Brasil Atual que, apesar de o Brasil ter uma mulher na Presidência da República, a participação feminina na política ainda é muito limitada. “Nós queremos estar dentro do Parlamento, aumentando o número de mulheres nas bancadas”, disse, em referência ao Dia Internacional da Mulher, comemorado amanhã. A Articulação reúne mulheres dos diversos setores que têm por princípio a luta pela emancipação da mulher negra.

“É claro que é muito importante termos no alto comando uma mulher, mas nas centrais sindicais, a maioria é comandada por homens. E nos partidos políticos, a maioria dos presidentes também é formada por homens”, considerou a feminista.

Em referência à Lei Maria da Penha, uma conquista da luta contra a violência, Sandra considera que, apesar de sua importância, a eficácia ainda é muito pequena. “Em São Paulo, por exemplo, existe apenas uma Delegacia da Mulher, o que limita demais o número de denúncias”, diz.

Sobre o 8 de março, Sandra gostaria de ver muitas mulheres mobilizadas na rua: “Ocupem esse espaço, porque esse espaço também é nosso”.

Ouça a entrevista realizada pela Rádio Brasil Atual:

Acesse o PDF: Mulheres negras defendem maior espaço na política (Rádio Brasil Atual, 07/03/2014)

Compartilhar: