Corregedoria do Tribunal de Justiça de São Paulo conclui que juiz Rodrigo de Azevedo Costa praticou infrações disciplinares. Ele desdenhou da Lei Maria da Penha em audiência

Compartilhar:
image_pdfPDF

Caso aconteceu em dezembro e foi revelado com exclusividade pelo Papo de Mãe no UOL.

(Papo de Mãe – UOL| 08/03/2021 | Por Mariana Kotscho)

A investigação preliminar realizada pela Corregedoria do Tribunal de Justiça de São Paulo sobre a conduta do juiz que menosprezou a Lei Maria da Penha reconheceu que ele cometeu infrações disciplinares. “Isso quer dizer que ele não agiu de acordo com os princípios e regras que norteiam as atividades dos magistrados na condução dos casos pelos quais são responsáveis”, explica Marina Franco Mendonça, advogada criminalista sócia do escritório Mendonça e Marujo Advogados.

Acesse a matéria completa no site de origem.

Compartilhar: