Mulheres sem espaço na política: Conheça as cidades que só elegem homens

Compartilhar:
image_pdfPDF

Levantamento do GLOBO aponta 65 municípios que não elegeram sequer uma vereadora nas duas últimas décadas; veja histórias de candidatas que tentam quebrar esta escrita em 2020

(Celina/O Globo | 11/10/2020 | Por Alice Cravo, Pedro Capetti, Vinícius Sassine e Fernanda Alves, com enviados especiais)

Os números do cenário eleitoral brasileiro deixam explícitas as barreiras para a igualdade entre homens e mulheres na política. Levantamento do GLOBO, com base em informações do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), mostra que 65 municípios, espalhados por todas as regiões, não elegeram sequer uma representante feminina para as câmaras de vereadores nos últimos 20 anos. São cidades com características econômicas e sociais diversas — o que as une é a falta de diversidade nos legislativos locais. Em 2016, um parlamento exclusivamente masculino foi formado em 1.292 municípios, 23,3% do total no país.

Apesar de serem a maioria do eleitorado (52,5%), as mulheres representam 34% das candidaturas — 78% são estreantes em 2020. Será o primeiro pleito municipal em que partidos são obrigados a reservar pelo menos 30% do fundo eleitoral para candidatas.

Acesse a matéria completa no site de origem.

 

Compartilhar: