Primeira mulher a presidir TRE vai lutar pela igualdade de gêneros na política

Compartilhar:
image_pdfPDF

Posse ocorreu na tarde desta segunda

(Midiamax, 30/01/2017 – acesse no site de origem)

Primeira mulher a presidir o TRE-MS (Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul), a desembargadora Tânia Garcia de Freitas tomou posse na tarde desta segunda-feira (30) e prometeu lutar pela representatividade do sexo feminino na política. Ela citou como exemplo o fato de 19 partidos do estado terem sido notificados na última eleição justamente por desrespeitarem cota destinada às mulheres dentre os candidatos.

“Vou trabalhar em cima da participação feminina na política, para garantir à mulher o acesso aos cargos eletivos”, disse. Além disso, no biênio que vai até 2019 o objetivo instalar o sistema biométrico em todo o estado.

Junto ao vice-presidente João Maria Lós, que deixou o comando do TJ-MS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul), Tânia traçou metas para o pleito de 2018, como o combate ao abuso de poder econômico, irregularidades e corrupção, válidos também para os servidores.

“O objetivo é preparar os servidores para as eleições com trabalho transparente e prepará-los para aplicação de punições severas. “Não vamos tolerar exageros e arbitrariedades de quem quer que seja. Contra abuso de poder nas campanhas”, disse Lós.

Ambos ressaltam que a educação é foco de tudo, tendo em vista que inúmeros administradores são eleitos mesmo sem estarem preparados. “Existem administradores despreparados, existem leis que funcionam de cima para baixo, desigualdade, criminalidade, injustiça, corrupção e vários aproveitadores de plantão”, finalizou a presidente.

Jéssica Benitez e Clayton Neves 

TagsTRE
Compartilhar: